Historial

O historial desta banda remonta aos primórdios do século XIX, quando um pequeno quinteto de instrumentos de sopro foi formado para acompanhar o coro de frades beneditinos, que no Convento de Santa Maria de Salzedas, participava nas celebrações religiosas.

No dia 2 de Abril de 1830, é oficializada a constituição da Sociedade Filarmónica de Salzedas, composta por 20 músicos. Desde então, a atividade desta banda nunca mais parou, estando normalmente presente em recepções a membros do Governo aquando das suas deslocações à vila de Salzedas. José Carlos Ferreira de 87 anos e que durante várias décadas tocou clarinete nesta Associação, lembra-se de vários regentes que passa a enumerar: Manuel Sousa, Cerdeira, Sá Pinto, Sousa, Bastos, António Ferreira (sendo substituído na sua ausência pelo diretor Abílio Rosa ), Juvandes e, por último Agostinho Alves que também tem a seu cargo a escola de música, que, desde 1982, já formou 53 músicos. António Carlos Ferreira regeu esta banda durante cerca de 60 anos. Aliás, os longos anos de permanência dos músicos na “sua banda” são um facto a realçar. Muitos têm sido os elementos que entrando ainda “miúdos”, só de lá vieram a sair passados mais de 50 anos.

Ao longo da sua existência esta filarmónica remodelou por 12 vezes o seu fardamento e, nos inícios dos anos 30 mudou também todo o seu instrumental, para o qual contribuiu o Sr. Manuel Pinto Lucena, um benemérito que após muitos anos no Brasil, se distinguiu na ajuda que prestou aos mais pobres e na feitura da escola e sua cantina.

Num passado mais recente registe-se a passagem da banda de Salzedas pelo Teatro Maria Matos em Lisboa e as idas a Alcobaça nos intercâmbios culturais que o Município de Tarouca aí realizou, bem como as suas participações nos encontros distritais de bandas de música. Um dos pontos altos na sua história aconteceu nas comemorações do seu 165º aniversário, onde, para além da presença de todas as bandas do concelho e da Sociedade Filarmónica Maiorguense -Alcobaça, apresentou a sua recém formada orquestra juvenil. Um quinteto de jovens músicos de Salzedas participou em 1999 numa ação de sensibilização musical em que estiveram presentes alunos de todas as escolas da freguesia.

Atualmente a Sociedade Filarmónica é composta por 40 músicos todos naturais ou residentes em Salzedas. A sua sede e sala de ensaios situa-se, praticamente desde o início da sua fundação, num espaço anexo à igreja conventual, no lugar onde outrora se situava a “botica” (farmácia) do mosteiro. No seu interior existe um espaço onde cuidadosa e carinhosamente guardam muitos instrumentos antigos, alguns dos quais centenários. Desde workshops e vários encontros de bandas que esta já realizou e participou comemora-se este ano de 2010 180 anos de existência.

De Outubro de 2015 a Outubro de 2018, Fernando Garcia foi o seu diretor artístico. Atualmente e desde novembro de 2018 dirige a Banda o Maestro José Resende. Constitui os pilares da instituição a Escola de Música com Orquestra Juvenil composta por um elenco de 25 jovens.


DIREÇÃO
Duarte Fonseca
Jorge Ferreira
Joana Santos

MORADA
Largo do Terreiro
3610-073, Salzedas
Viseu, Portugal

  TLM.
Duarte Fonseca (935 436 347)
Jorge Ferreira (936 800 430)

EMAIL:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

FACEBOOK
www.facebook.com/sociedadefilarmonicasalzedas